Para ser seguidor não precisa ter blog , basta ter e-mail e clicar em participar deste site!
Inscreva-se na Newsletter, lateral da página, assim receberá por e-mail as novidades deste blog.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Mesa com Jardim Zen

Olá,

Hoje, quem vos escreve é a filha da Loriete.
Me chamo Yoná Avelar e sou técnica em design de móveis.
Creio que o trabalho de um designer vai além do que meramente produzir um produto esteticamente agradável.
Todas as matérias que utilizamos para fazer um produto vieram de algum lugar e irão para algum lugar, por isso é importante pensar em qual tipo de material que você utilizará e como ele será descartado daqui á algum tempo.
Meu trabalho de conclusão de curso tinha como tema a palavra ENVOLVER. Tínhamos que fazer um móvel que de certa forma envolvesse o usuário. Como me interesso por reutilização de materiais e produção com baixo custo fiz o seguinte móvel:
Para alcançar o tema envolver desenvolvi o projeto de uma mesa que também fosse um jardim zen. Jardins Zen são jardins de areia e pedras que servem para meditação. Vocês provavelmente já devem ter visto algum deles em lojas, consultórios de médicos e dentistas, etc.

Jardim Zen portátil.

Estes tipos de jardim são colocados em cima das mesas de centro ou lateral e ficam expostos para que o usuário faça sua meditação. Geralmente não apresentam qualquer tipo de cobertura que proteja a areia da poeira ou do vento.

Com as seguintes propostas:
1- uma mesa com um jardim zen
2- materiais reutilizáveis e de baixo custo

Desenvolvi a seguinte peça:

Os pés são de bambu que faziam parte da estrutura de uma cama que meu amigo Arthur Vezneyam achou no lixo.
Os cinco pés de bambu foram parafusados em uma base de madeira que fazia parte de um lustre quebrado aqui de casa. 
Comprei uma bandeja de alumínio por R$ 11,00 e fiz a base para o jardim zen.



Coloquei a areia e as pedras na bandeja e por cima, como tampo, um vidro de 5mm.



É claro que esta é uma peça experimental, artesanal e que foge dos padrões dos móveis vendidos por aí.
É uma peça delicada, pequena, projetada para ser usada lateralmente para apoio de pequenos objetos e atender as necessidades simples: apoio de um copo, um cinzeiro, um livro.
Pontos positivos: no fim gastei cerca de R$50,00 na construção da mesa. Ela atingiu seu principal objetivo: proteger o jardim zen. Tem boa estabilidade. Pode ser desmanchada e suas partes podem ser reutilizadas. 

Espero que tenham gostado do resultado final e entendido a proposta!

Abraço a todos!


Touca de Tricô com Trança e Pompom

Olá pessoal, hoje vamos falar de tricô e desafio também. Já faço o gorro comprido de tricô há alguns anos e é uma peça campeã de vendas d...