Para ser seguidor não precisa ter blog , basta ter e-mail e clicar em participar deste site!
Inscreva-se na Newsletter, lateral da página, assim receberá por e-mail as novidades deste blog.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

6 de Agosto - Para a Construção da Paz no Mundo

No Memorial da Paz, construído em torno do epicentro da explosão que matou 140 mil pessoas a estátua de uma menina segurando o origami em forma de pássaro carrega uma placa onde se lê: “Este é nosso pranto. Esta é nossa oração. Para a construção da paz no mundo”.


"Diz a lenda milenar que um tsuru (pássaro, ave da família das grous) é capaz de viver até 1.000 anos e quando alguém dobra 1.000 origamis com o seu formato, mentalizando um desejo, esse desejo se torna realidade."


Na história da humanidade poucos fatos são tão importantes, ou celebrados com tanta tristeza como a data de 6 de agosto. Há 70 anos o mundo conheceu a mais devastadora arma de destruição em massa. A bomba atômica lançada sobre Hiroshima causou a morte de 240 mil pessoas. 

 

Milhares de visitantes todos os dias vão ao Museu da Paz, em Hiroshima. Tudo o que está exposto por lá nos remete ao dia 6 de agosto de 1945, quando a bomba atômica explodiu no céu da cidade.

Na saída, uma senhora chamada Chieko Kawashima entrega a cada visitante um passarinho feito de papel. Um carinho, mas também uma mensagem.
Ela trabalha no museu desde 2009 e é uma das guias do local. Entre conversas e explicações, seja para estudantes de Hiroshima ou para os turistas estrangeiros, poucos sabem que ela também é uma sobrevivente da bomba, tinha apenas oito meses de vida quando houve o ataque à cidade de Hiroshima. Perdeu a casa onde morava, parentes, cresceu com problemas de saúde e até hoje faz exames. 

No museu, acha importante dividir, explicar tudo que está ali. "Muitas crianças não entendem o que está exposto; mas elas fazem anotações, escutam o que eu digo. Depois que crescerem, vão compreender", diz. Para ela, ninguém pode esquecer o que ocorreu em Hiroshima e os passarinhos têm essa missão: levados pelos visitantes do mundo todo, são a melhor maneira de espalhar a mensagem de paz .

Todo mês de agosto, quando relembram a devastação atômica de 1945, os  japoneses fazem pássaros de origami para pedir que a tragédia nunca volte a se repetir.

Essas lembranças estão ligadas à Sadako Sasaki, vítima da bomba de Hiroshima. Ela fazia as dobraduras como uma forma de suportar as consequências da radiação que a fez adoecer e morrer aos 12 anos, em 1954.
Para preservar a memória, seu irmão, sobrevivente da hecatombe, fundou uma ONG e vem dando palestras pelo Japão. Masahiro Sasaki só conseguiu guardar cinco pássaros feitos por sua irmã, que tinha dois anos quando a bomba destruiu sua casa. Aos 71 anos, ele está decidido a doar os origamis a memoriais pelo mundo.

— A tristeza desses memoriais é a mesma de Sadako. Queremos espalhar seus origamis pelo mundo na esperança de que tragédias como essas não ocorram mais — disse Sasaki.


Fonte: O Globo




Obrigada pela visita! Volte sempre!
                           


Jogo Para Cozinha

Fiz de presente pra mim mesma este jogo para cozinha.  O tecido com estampa de cocos estava há tempos guardado e era um recorte bem pequen...